Atendimento

(12)   3896-5550

(12) 98134-2000

img

Notícias

ANTT promove reuniões públicas sobre ferrovia Goiânia – Brasília

Share Button

Com 207 km de extensão, Transpequi poderá transportar 40 milhões de passageiros no seu primeiro ano de funcionamento. Custo é de R$ 7 bilhões

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou na última quinta-feira (2) os estudos de viabilidade da exploração de uma ferrovia de 207 km de extensão entre Brasília, no Distrito Federal, e Goiânia, em Goiás. O custo total do projeto, apelidado na região de “Transpequi”, deve atingir R$ 7 bilhões.

Os estudos técnico, econômico, socioambiental e jurídico-legal abordaram alternativas de traçado e de localização das estações e de tecnologias, visando a tornar os trens modernos, confortáveis e seguros. A ferrovia seria utilizada por para passageiros e para transporte de carga.

A previsão é de que ao menos 40 milhões de passageiros sejam transportados no primeiro ano de funcionamento da Transpequi, em uma velocidade de até 160 km/h e cerca de 95 minutos. As estações são em Goiânia, Anápolis, Santo Antônio do Descoberto, Águas Lindas e Brasília. Também há o estudo de outra parada em Ceilândia, mas ainda não definida.

A ferrovia será construída em um novo trajeto, sem aproveitar nenhum trecho de linha férrea que já exista na região. Está prevista a participação da iniciativa privada para a implementação do projeto, em um prazo de concessão de 30 anos.
A ANTT também agendou reuniões participativas abertas ao público, com o objetivo de receber contribuições para tais estudos. A primeira acontecerá no auditório do edifício-sede da ANTT, em Brasília, no dia 21 de junho, das 10h00 às 12h00. A segunda está marcada para o dia 23 de junho, das 15h00 às 17h00, no Salão Master do Comfort Suíts Flamboyan, em Goiânia.

Mais informações podem ser obtidas a partir do contato com a Gerência de Regulação e Outorga de Transporte de Passageiros (GEROT), pelo telefone (61) 3410-1411 ou pelo e-mail gerot@antt.gov.br.

Confira o estudo clicando aqui.

Fonte: PiniWeb, por Luísa Cortés, 07/Junho/2016.

Concrelit na Mídia
Exame - Concrelit na Mídia InfoMoney - Concrelit na Mídia Terra - Concrelit na Mídia O Globo - Concrelit na Mídia Comunique-se - Concrelit na Mídia Mobilidade Sampa - Concrelit na Mídia